Maradona 16 anos depois

À volta por cima de um guerreiro, 16 anos Diego Maradona volta a encantar o mundo, dessa vez no comando do selecionado argentino, lugar em que dificilmente os burocratas de gravatas da FIFA poderão tirá-lo novamente pela porta dos fundos.

Exatamente 16 anos depois de seu ultimo gol em uma copa do mundo, Diego Armando Maradona, volta a cruzar-se contra o selecionado grego. Quem vai esquecer a cara de fúria de Maradona após marcar um gol naquele 21 de julho de 1994, EUA, a mesma cara que estamos vendo bravos jogadores da seleção argentina como o tão contestado, porém útil e guerreiro Heinze, ou o leão Javier Mascherano. Mas não vamos esquecer-nos do Mundial de 1994, Copa em que os homens de terno e gravata e mais algumas forças obscuras lhe tiraram daquele mundial com a alegação de doping por efedrina. El Diez se preparou muito para aquele mundial, mas como todos sabem acabou pagando a conta pela eliminação da Itália na Copa de 1990.

Hoje, o Senhor Diego Armando Maradona, nos brindará mais um espetáculo futebolero, dará a braçadeira de capitão ao Jovem de 22 anos Lionel Messi, um dia certamente que ficará para a história. Que nos faz lembrar o jovem Dieguito, capitão de “La alviceleste” em 1986.

São dois fatos de muita relevância, à volta por cima que Maradona deu nos críticos, na vida, nos caretas, nos hipócritas, nos sem imaginação, nos pragmáticos e destruidores de ídolo.

As 15 e 30 teremos a oportunidade de ver a invicta seleção argentina, hoje com 7 mudanças na equipe em relação aos dois primeiros jogos do mundial. Particularmente espero ver, pelo menos por alguns minutos Martin Palermo, outro mito do futebol mundial.

Vamos Argentina....

Comentários